Postado em 10 de Abril de 2018 às 16h24

O referente errante: The Waste Land e sua Máquina de Teses

Notícias em destaque (316)

André Cechinel é professor, tradutor e doutor em literatura. Como tradutor, transpôs para o português autores como James Joyce, Linda Hotcheon e Jodith Butler. Nesta obra, André apresenta sua análise sobre T. S. Eliot.

A obra O referente errante: The Waste Land e sua Máquina de Teses foi produzida em parceria com a Editora da Unesc e apresenta a performance de um poema por muitos considerado o mais importante do século XX, The Waste Land, de T. S. Eliot. O autor analisou as notas explicativas que Eliot adicionou aos versos do poema de 1922, abordando uma ideia controversa à imagem do autor. As notas que deveriam explicar o poema realizam o contrário, remetem a outros textos e outras questões, criando outros problemas.

Veja também

“A propriedade da cultura: ensaios críticos sobre literatura e indústria cultural na América Latina”18/10/18 A obra “A propriedade da cultura: ensaios críticos sobre literatura e indústria cultural na América Latina”, de Graciela Montaldo e publicada pela Editora Argos, descarta a estética e a fetichização da literatura, eliminando os binarismos e oposições como vanguardismo e literatura social.Reunindo trabalhos novos e antigos, unidos com um objetivo,......
“Formação humana na sociedade do espetáculo”21/05/19 A obra “Formação humana na sociedade do espetáculo”, lançamento da Argos em parceria com a Editora da Unesc, esclarece uma ideia de cruzamento entre os aspectos fundamentais da educação e a sociedade do......

Voltar para Notícias