Postado em 21 de Junho de 2016 às 16h21

Alessandro Porporatti Arbage

Voz do Autor (36)

Livro apresenta os principais conteúdos que compõem um programa clássico de Economia Rural, fruto de uma pesquisa acerca do programa das disciplinas de Economia Rural das principais Universidades do País.

Veja, a seguir, uma entrevista com o autor acerca da obra.

Quem é Alessandro Porporatti Arbage?
Sou formado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestre em Economia Rural pelo Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IEPE/UFRGS) e Doutor em Administração pelo Programa de Pós Graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGA/UFRGS). Atualmente sou Professor Associado IV da Universidade Federal de Santa Maria-RS, onde leciono as disciplinas de Economia Rural e Introdução à Economia Rural para cursos de graduação das Ciências Agrárias. Também atuo lecionando e orientando alunos de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural na UFSM. Sou o fundador e líder do NEPEA (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Economia Agroindustrial), grupo certificado pelo CNPq e que tem por objetivo desenvolver estudos e pesquisas em temáticas relacionadas à competitividade de cadeias produtivas agroindustriais.

Motivação para elaboração do Livro.
Desde o início das atividades acadêmicas em 1995, na UFSM, houve a percepção da falta de literatura especializada e atualizada para a disciplina de Economia Rural. A motivação foi, portanto, elaborar um texto que permitisse aos alunos uma referência básica para o acompanhamento das aulas, e que compilasse um conjunto relativamente abrangente de temáticas relacionadas com a Economia Rural como área do conhecimento aplicado.

O que este livro aborda que não tem no seu livro Economia Rural?
Pode-se dizer que o livro “Fundamentos de Economia Rural” é uma atualização com algumas alterações de sequência de conteúdos do livro anterior. Outro aspecto que pode ser destacado é a tentativa de tornar o livro mais atemporal, ou seja, dados da conjuntura econômica, produção e produtividades das principais culturas agropecuárias foram retiradas, e foram privilegiadas as temáticas que devem compor um manual de Economia Rural.

De que trata o livro e para quem se destina?
O livro apresenta os principais conteúdos que compõem um programa clássico de Economia Rural. Sua composição final é fruto de uma pesquisa acerca do programa das disciplinas de Economia Rural das principais Universidades do país, assim como o meu entendimento particular sobre a referida disciplina. A obra é um conjunto de temáticas importantes para fazer parte da formação acadêmica dos alunos dos cursos das Ciências Agrárias.

Que convite o livro faz ao leitor?
Este trabalho tem por objetivo ser um dos textos de referência para ser utilizado nas disciplinas de Economia Rural e Agrícola nos cursos das Ciências Agrárias. Procura desenvolver os conteúdos básicos de Economia Rural para cursos de graduação, principalmente para a Agronomia, Veterinária, Zootecnia e Engenharia Florestal. O livro se caracteriza por utilizar uma linguagem relativamente simples e direta acerca dos aspectos conceituais e metodológicos da análise dos fenômenos econômicos que ocorrem no âmbito dos negócios agrícolas, de sorte que até mesmo os iniciantes no estudo destas questões têm condições de utilizar o livro sem grandes dificuldades. A Economia Rural, como área de conhecimento, nada mais é do que um ramo específico da Teoria Econômica aplicado para o estudo das questões que envolvem os agentes que compõem os chamados negócios agrícolas. Utiliza as leis e métodos da Economia de forma a subsidiar a compreensão da realidade do setor primário. Segundo o professor Atos Grawunder, na apresentação do trabalho: essa é uma das razões que reveste de importância o livro do professor Arbage. Com uma abordagem simples e clara, cobrindo as áreas essenciais de um curso introdutório em Economia Rural, esta obra é de grande valia aos iniciantes. Nela os leitores encontrarão um ponto de apoio para a discussão de questões que preocupam a área socioeconômica do meio rural. À medida que lia o texto, vinha com frequência à minha mente a época de estudante de Agronomia na Universidade Federal de Santa Maria (RS), no início dos anos 1960. O desejo de ligar o técnico ao econômico era frustrado pelo pouco desenvolvimento da disciplina no Brasil e, por consequência, a falta de um literatura que, utilizando a realidade brasileira, iniciasse o estudante de Ciências Rurais nas questões econômicas. Hoje, a existência de obra como a do professor Arbage, aliada às revistas especializadas, como a Revista da SOBER, tornam bem mais fácil aos iniciantes o caminho para uma formação sólida na área.

Para adquirir a obra acesse: http://goo.gl/xk7Q1R

Veja também

Jorge Pedro Sousa29/10/18 Quais são suas áreas de atuação profissional?Além da docência na Universidade Fernando Pessoa, no Porto, Portugal, pesquiso, essencialmente, sobre história do jornalismo e análise histórico-cultural do discurso jornalístico. Sou pesquisador integrado do Instituto de Comunicação da Nova (ICNOVA), em Lisboa, Portugal.Quais foram seus......
Gilberto de Castro13/06/19 Esta semana convidamos Gilberto de Castro para falarmos sobre a sua obra “Discurso citado e memória: ensaio bakhtiniano sobre Infância e São Bernardo”. Veja, a seguir, a entrevista com o autor acerca da obra.Quais são......

Voltar para Notícias