Postado em 14 de Junho de 2016 às 16h20

“Há uma gota de sangue em cada museu”

Notícias em destaque (316)
“Há uma gota de sangue em cada museu” é uma obra escrita pelo professor Mario de Souza Chagas, mestre em Memória Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e doutor em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Ele também é poeta e museólogo.
Este livro trata do tema museus sob o enfoque da ótica museológica do poeta Mário de Andrade. O título do livro surgiu de um trocadilho com o título do primeiro livro de Mário de Andrade, escrito durante a Primeira Guerra Mundial, “Há uma gota de sangue em cada poema”.
Parafraseando o poeta e com base em suas reflexões e práticas, o professor Mario Chagas sustenta que também há uma gota de sangue em cada museu. Segundo o autor, há uma veia poética que pulsa nos museus e na convicção que tanto nos museus quanto nos poemas há um sinal de sangue que conferem a eles uma dimensão demasiadamente humanas.

Para adquirir a obra acesse: http://goo.gl/M6ymtg

Veja também

“Estudos italianistas: ensino e aprendizagem da língua italiana no Brasil”15/08/19 “Estudos italianistas: ensino e aprendizagem da língua italiana no Brasil” é uma obra que possui trabalhos e estudos sobre a língua italiana aqui no Brasil, trazendo diferentes abordagens sobre um estudo que transcende a linguística formal e aplicada.Alguns dos estudos presentes no livro partem da psicanálise e etnografia, antropologia e história, gerativismo e......
Dia da Engenharia10/04/17 Em comemoração ao Dia da Engenharia, a Editora Argos oferece desconto de 40% nos livros relacionados à área. A promoção é válida na Loja Virtual <www.unochapeco.edu.br/argos> e na Livraria......

Voltar para Notícias