Postado em 08 de Novembro de 2016 às 16h20

“Finanças e solidariedade: cooperativismo de crédito rural solidário no Brasil”

Notícias em destaque (318)
Focado no combate à pobreza e às desigualdades sociais, o cooperativismo de crédito solidário construiu um sistema financeiro voltado para a maioria das pessoas do território brasileiro, tendo em vista que um reduzido número de instituições financeiras concentram os maiores recursos e tomam as decisões importantes, que afetam a vida financeira de milhares de pessoas e empresas. Essa concentração financeira impede que as camadas mais pobres da sociedade Brasileira possam participar dessas decisões.
As centrais de cooperativa de crédito solidário precisam avançar e ousar. Na obra “Finanças e solidariedade: cooperativismo de crédito rural solidário no Brasil”, Fábio Luiz Búrigo deixa clara a importância de não permitir que terceiros dirijam as ideias pelas associações, isso para evitar que elas se desviem de seus objetivos. O autor analisa as potencialidades e fragilidades dessa iniciativa no combate à pobreza e à desigualdade. Iniciativas financeiras voltadas aos pobres são uma possibilidade promissora de transformação social, busca-se, por meio delas, diminuir a exclusão bancária e democratizar o sistema financeiro nacional.

Veja também

Argos promove 2ª Festa do Livro27/11/18 Este ano a Editora Argos completou 26 anos no mercado editorial. Para comemorar os objetivos alcançados e fechar o ano com chave de ouro, realizamos a 2ª Festa do Livro 2018.O evento aconteceu nos dias 22 e 23 de novembro em frente ao DCE na Unochapecó, e contou com o público interno e externo. Além das promoções de obras por R$ 5,00, mais de 40 mil livros foram......
E-book “Filosofia aristotélica da linguagem”26/02/18 Sabendo que a filosofia se apoia e é apoiada pela linguagem, o autor Fausto dos Santos Amaral Filho segue a premissa de abordar a fundo a linguagem aristotélica, que vai contra as regras de retórica dos sofistas, por não querer que......
“Dizer o que não se deixa dizer”08/07/16 Revitalizar – esta é a palavra-chave da leitura de “Dizer o que não se deixa dizer”, de Rodrigo Duarte. Os seis textos do livro, dos quais três são inéditos em língua portuguesa, adquirem nova vida......

Voltar para Notícias