Postado em 06 de Novembro de 2018 às 16h10

“Currículo e mídia educativa brasileira: poder, saber e subjetivação”

Notícias em destaque (316)

O livro “Currículo e mídia educativa brasileira: poder, saber e subjetivação” tem como objetivo o estudo de diversos discursos sobre a educação escolar divulgados pela mídia educativa dos anos 1999 e 2000. Seu foco é centrado no estudo da discussão sobre a produção de práticas, sentidos e estratégias de governo, estudos sobre aquilo que é efetivamente enunciado por uma porção dos discursos da mídia educativa brasileira sobre a escola, o currículo e o professor, participando efetivamente da produção de sujeitos pedagógicos responsáveis e solidários e da constituição de subjetividade docentes esclarecidas, empreendedoras dóceis e amáveis.

A autora Marlucy Alves Paraíso concebe o discurso como prática objetivadora e produtora, disposta por técnicas de poder, modos de saber e efeitos de verdade.

Durante a leitura, as práticas são descritas e analisadas, avaliando as produções de mídias e as tecnologias de subjetivação utilizadas para mobilizar a população e produzir nos brasileiros a paixão, o sonho e a esperança de uma sociedade escolarizada e de um país plenamente desenvolvido.

Os discursos investigados são significados como integrados a um conjunto de mecanismos de “governo” da conduta dos indivíduos na sociedade contemporânea. Eles são avaliados de como pensar e agir na educação, acionando técnicas que expandem a tecnologia de poder para regular o currículo escolar e governar os sujeitos pedagógicos e a população brasileira, tornando-os sujeitos de um determinado tipo. Os discursos citados são considerados como um “sistema de linguagem sobre a escola” (Popkewitz, 1994), que têm relação direta com o “mundo real da escola”, com aquilo que é considerado adequado para ser feito na educação.

Veja também

“Infância, Educação e MST: quando as crianças ocupam a cena”09/11/18 Com o estudo realizado por Deise Arenhart, a obra busca entender a infância em um contexto de luta social, procurando conhecer a educação infantil no MST, construindo uma espécie de porta-voz das crianças, revelando suas vidas, suas lutas e perspectivas. O livro busca rebater a perversidade do capital, em relações às negações do direito à......
Coleção Grandes Temas06/10/17 A Coleção, como diz no próprio nome, aborda grandes temas que estão presentes na sociedade, na vida empresarial e profissional, adentrando por assuntos discutidos acerca da filosofia, da arquitetura, da educação, da......

Voltar para Notícias