Postado em 26 de Outubro de 2016 às 16h21

A socioeconomia catarinense

Notícias em destaque (318)
    “A socioeconomia catarinense” é um livro que discute aspectos importantes da situação econômica e social do estado de Santa Catarina no início do século XXI. O livro permite aos leitores uma visão atualizada sobre as principais tendências da socioeconomia estadual e sobre os desafios que Santa Catarina se depara neste sentido, oportunizando interrogar a história acerca dos acontecimentos regionais e sociais.
    Atualmente, a economia mundial é caracterizada por um conjunto de processos interligados, ou seja, que não podem ser separados. E Santa Catarina faz parte desses processos de forças produtivas, de maneira que contribui significativamente para o desenvolvimento deste mercado, desenvolvimento este devido às especializações regionais, à diversidade econômica, ao processo de concorrência e até mesmo às rivalidades entre as regiões.
    A proposta dos organizadores é vencer a visão equivocada de que existe um setor primário, um secundário e um terciário, e, ainda, que existe uma trajetória sequencial de passagem de um para o outro. Além disso, eles buscam investigar a constante reorganização do sistema social de produção, percebendo que nada permanece igual em um mundo de transformações.

Veja também

Argos lança “Gestão agroindustrial”01/11/17 Na economia dos últimos anos, observa-se uma série de mudanças, particularmente nas cadeias produtivas pertencentes ao sistema agroindustrial, que afetaram todos os lados, tanto da produção, quanto do consumo. A produção acabou se influenciando com o sistema organizacional usado por países desenvolvidos, trazendo à tona o reconhecimento de que as formas......
Ernesto Bertaso: de Verona a Chapecó23/11/17 Escrita por Maria Adelaide Pasquali Hirsch, a obra “Ernesto Bertaso: de Verona a Chapecó” aborda fatos históricos das primeiras colonizações ocorridas no oeste catarinense, narrando a vida de Ernesto Bertaso,......
Contra o individualismo no capital social09/05/16 “Fundamentos teóricos do capital social”, do sociólogo Silvio Salej Higgins, é o resultado de uma tentativa de sistematização das perspectivas de análise dos principais mentores do capital social nas......

Voltar para Notícias