“Grupos de Desenvolvimento Humano: uma estratégia para trabalho com grupos nas políticas públicas”

Obra em formato e-Book PDF para download gratuito!

Em 24/08/2020 15:37

Notícia por Editora Argos

“Grupos de Desenvolvimento Humano: uma estratégia para trabalho com grupos nas políticas públicas”

 Esta obra tem como foco a ação denominada “Grupo de Desenvolvimento Humano” (GDH), a qual vem sendo desenvolvida na cidade de Chapecó desde 2012.
Inicialmente situada no âmbito dos serviços públicos de saúde do município, em seguida esta ação foi ampliada para os serviços de assistência social e, mais recentemente, para escolas públicas municipais e estaduais e equipamentos de segurança pública. Os autores compreendem que o GDH se caracteriza como uma tecnologia social tendo em vista seu caráter participativo e inovador para capacitar os profissionais de diferentes áreas de formação e atuação para o trabalho com grupos. O GHD foi construído a partir da necessidade local de ajudas pessoas a lidarem com situações que geram sofrimento.

Atualmente, integram o GDH 106 profissionais das políticas públicas, os quais possuem diferentes formações, como: psicólogos; pedagogos; assistentes sociais; fisioterapeutas; nutricionistas; médicos; educadores físicos; fonoaudiólogos; farmacêuticos; dentistas. Estes já realizaram centenas de grupos nos diversos serviços públicos, atendendo a milhares de usuários da rede. O livro busca expressar os resultados das pesquisas que foram e vêm sendo realizadas, em que se buscou sistematizar a proposta teórica e metodológica do GDH e avaliar as experiências desenvolvidas.

Pensando no melhor para vocês, neste momento, nós, da Editora Argos, disponibilizamos o livro em formato e-Book PDF para download gratuito! Para baixar é simples, entre no site da Argos (http://www.editoraargos.com.br/), clique na aba e-Books, depois na opção Grátis e realize o download. Nesta mesma página você tem outras opções de e-Books gratuitos, aproveite!

 

Sobre os organizadores

 

Flávio Braga de Freitas: mestre em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Especialista em Psicoterapias Psicanalíticas na Clínica de Adultos pelo Instituto Contemporâneo de Psicanálise e Transdiciplinaridade. Especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Residência médica em Psiquiatria pela Associação Encarnación Blaya Clínica Pinel (AEB- CP), Brasil. Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor do curso de Medicina da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó). Médico psiquiatra do Caps II na Prefeitura Municipal de Chapecó. Atua como coordenador do Grupo de Desenvolvimento Humano (GDH) desde sua fundação e como pesquisador no projeto “Grupos de Desenvolvimento Humano como tecnologia social para atenção à saúde mental do SUS e proteção social especial do SUAS”, financiado pela FAPESC/CNPq.

 

Márcia Luíza Pit Dal Magro: doutora em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com período sanduíche na Universitat Autònoma de Barcelona. Mestre em Psicologia pela UFSC. Graduada em Psicologia pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó). Professora do Programa de Pós-Graduação em Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais e curso de Psicologia da Unochapecó. Vinculada ao Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas, Processos de Gestão e Participação Social. Coordena o projeto de pesquisa “Grupos de Desenvolvimento Humano como tecnologia social para atenção à saúde mental do SUS e proteção social especial do SUAS”, financiado pela FAPESC/CNPq.

 

Elizangela Felipi: especialista em Psicoterapia de Orientação Psicanalítica pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó). Especialista em Mercado de Trabalho, Gestão e Educação do Trânsito pela Unochapecó. Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho pela Unochapecó. Graduada em Psicologia pela Unochapecó. Psicóloga clínica com atuação em consultório e professora do curso de Psicologia da Unochapecó. Atua como pesquisadora no projeto “Grupos de Desenvolvimento Humano como tecnologia social para atenção à saúde mental do SUS e proteção social especial do SUAS”, financiado pela FAPESC/CNPq.


Tags da postagem